Sohn - Artifice

image

Sohn é o codinome de Christopher Taylor, um músico (compositor e produtor) nascido ao sul de Londres, mas que atualmente vive em Viena (nada mal!). 

Em 2012, depois de postar duas de suas músicas (The Wheel e Red Lines) no Soundcloud e ser ovacionado pela crítica online na época, Chris chamou a atenção de veículos como The Guardian, Dummy e Abeano acelerando o processo para o lançamento de seu primeiro EP, naquele ano.

Seguido deste lançamento, ele então assinou com o selo queridinho 4AD (que também assina Grimes, Camera Obscura, Blood Diamonds e muito mais gente bem legal)  e lançou há 4 meses seu primeiro LP, The Wheel. O que acontece depois disso? O cara tá com uma agenda gigante de shows, em (quase) todos os dias até dezembro pela Europa e América do Norte (não, o Brasil não aparece nesta agenda). 

Annabel Jones - Magnetic

image

Originalmente de Londres, Annabel Jones é mais uma promessa no cenário musical independente. Com apenas dois singles divulgados ela já vem ganhando destaque em alguns blogs dedicados a música, just like us.

O single Magnetic, que pode ser comprado aquiantecipa o estilo pop da garota de 26 anos, e pode ser, sim, a linha de um possível álbum. Atualmente baseada em Los Angeles, Annabel já emprestou sua bela voz em antigos grupos de que fazia parte, como Bluebell e Lady And The Lost Boys. Mas hoje dedica todo seu tempo para sua carreira solo.

Curtiu? Ela me lembra um pouco Ellie Goulding, porém com timbres mais contínuos. ;)

The Rubens - My Gun

image

Adoro rock melódico! E quem nos dá este prazer hoje é The Rubens, um quarteto de New South Wales, Austrália formado pelos irmão Sam Margin (vocal e guitarra), Elliott Margin (vocal e teclado) e Zaac Margin (da guitarra), mais o amigo de infância deles, Scott Baldwin (na bateria).

Mas não só de rock melodioso vivem eles, eles são uma banda de rock alternativo e o som deles basicamente é blues e soul desde o 1o álbum lançado em 2012, quando gravaram com o produtor David Kahne (o mesmo de Regina Spektor, Paul McCartney e The Strokes).

O álbum de estréia deles, auto-intitulado, ganhou destaque nacional em meses atingindo as primeiras posições no Aria Charts (uma organização sem fins lucrativos que contribui uma posição independente para a cultura da música australiana) e concorreram ao álbum do ano.
Já o vídeo de My Gun, música em destaque no post, concorreu como melhor vídeo no mesmo ano.
So, enjoy the Aussie guys!

Nick Hakim - I Don’t Know

image

Sabe aquelas músicas que traçam uma história? A gente se pega sonhando, e quando acordamos estamos sorrindo de forma boba e simplesmente não vimos o tempo passar. Senhoras e senhores, estou apaixonado pelo lindo, e intenso, som de Nick Hakim.

O cara acabou de lançar seu primeiro EP, Where Will We Go Pt. 1, e pelo visto já está com a segunda parte bem encaminhada, pois a exatos 20 dias divulgou o novo single I Don’t Know.

Baseado em NY, Nick domina completamente a sensibilidade de suas composições. A harmonia de seus vocais com acordes de piono em I Don’t Know é, de fato, uma composição que atinge os sentidos de formas completamente diferentes e merece ter todo o destaque. Não concordam? 

CATHEDRALS - OOO AAA

image

OOO AAA é só o que tu vai lembrar nas próximas horas! Pois o último single de Cathedrals não sai da cabeça. 

Há 11 meses, após uma semana do 1o lançamento, Unbound, o duo indie de synth, baseado em São Francisco, EUA, ultrapassou 100 mil plays no Soundclound e foi para o 1o lugar no Hype Machine na época. E este último single, em destaque no post, já ocupa atualmente o 5o lugar da listinha dos “mais mais” do momento.

Considerado um mix entre The XX, Beach House e Sohn, a dupla formada pela gata Brodie Jenkins e por Johnny Hwin lançará seu primeiro EP auto-intitulado nos próximos dias (8 de setembro) assinado por Neon Gold Records, selo fundado por Derek Davies e Lizzy Plapinger do MS MR​ e promete ser um nome bem familiar em 2015.​

WAFIA - Let Me Love You

image

Wafia tem música tranquilas, conversas de amor e relações que muitas vezes não tem um final “felizes para sempre”. O single Let Me Love You foi lançado a poucos dias atrás. A vibe é relax para dar entrada, no que parece ser, o início de um belo álbum.

Vinda da Australia, Wafia recentemente foi apresentado no single do grupo Japanese Wallpaper, Breathe In.

Seu primero EP pode ser ouvido aqui.

MYSTERY SKULLS - PARALYZED

image

Uma música que até tem seus momentos meigos, mas a pegada aqui é forte. Assim é o novo single Paralyzed do americano Lulu, ou Mystery Skulls.

O cara vem do cenário musical pop eletrônico de Dallas, mas atualmente está baseado em Los Angeles. Iniciou a carreira em 2011 utilizando seu próprio nome Luis Dubuc (Luis Alberto Dubuc Jr.). Porém no mesmo ano incorporou Mystery Skulls, projeto que vem dando certo.

Além de emprestar seus vocais para suas composições, ele compõe, produz e toca os instrumentos e sintetizadores. Já colaborou com Nile RodgersAdam Lambert, e Avicii.

KATE BOY - SELF CONTROL

 image

Kate Boy é uma banda de synthpop formada em 2011 e sediada em Estocolmo, Suécia. A banda é composta pela cantora australiana Kate Akhurst e pelos produtores suecos Markus DextegenHampus NordgrenOskar Engström do Rocket Boy

Se vê que o nome surgiu a partir da combinação do nomes dela com o nome deles, assim eles criam um quinto elemento fictício, que é como eles consideram este projeto. Kate Boy é resultado de um processo de composição igualitária entre os envolvidos onde cada um escreve e produz com o mesmo envolvimento.
Eles são conhecidos pelas músicas Northern Lights e In Your Eyes, liberadas há um ano e que por sinal são ótimas também. O 1o EP de Kate Boy, chamado Northern Lights foi lançado no ano passado e atualmente estão em tour pela Europa durante o mês de agosto e América do Norte no mês de outubro. Seu single mais recente lançado há alguns dias é Self Control e está em destaque no post.

 

Body Language - 4 Real

image

Diretamente de NY este é o quarteto MAGICMatthew Young, Angelica Bess, Grant Wheeler, Ian Chang e Computer (para computador)… não, não, desculpe o nome correto é Body Language. HA! Trocadilho praticado pela própria banda, heim! Não nos culpem!

Os caras acabaram de lançar seu mais recente EP, intitulado Infinite Sunshine, e de cara o single 4 Real disparou como o favorito. Mas da pra conferir o projeto inteiro aqui.

Eles não se definirem em nenhum gêreno musical, mas da pra perceber que muita coisa gira em torno do sexo.

Bom final de semana. =)

BRAYTON BOWMAN - JAYWALK

image

Aquela música que começa tímida, e conforme os minutos vão passando ela vai tomando forma, a batida começa a ficar cada vez mais forte e o ritmo acelerado começa a contar uma história completamente diferente, assim é o novo single Jaywalk, do filadelfiense Brayton Bowman.

Atualmente baseado em NY, Brayton, de apenas 20 anos (isso mesmo!), tem como inspiração o grande Stevie Wonder, mistura o clássico do soul com as batidas do electro-pop.

O garoto comenta que escreve sobre coisas que ele ainda não entende por completo, como privacidade, amor, o respeito que ele tem que ter consigo mesmo, não gosta muito de rotular sua música, mas sabe que suas origens sempre acabam aparecendo em suas criações.

Brayton quer que suas composições mostrem onde ele se encontra no momento, que sejam honestas e mostrem a visão de como ele enxerga as coisas. Músicas que façam as pessoas sentirem algo. Bonito isso, não?

Go Wolf - Talk to You

image

Go Wolf é um trio indie-pop de Belfast, Irlanda do Norte. Seu primeiro single, chamado Voices, foi lançado em outubro de 2013 e foi aclamado pela crítica e compilado no mix de músicas feito pela famosinha revista francesa Kitsune Maison, que também já falou de outros artistas que passaram pelo PMT, como Kent Odessa e recebeu Alison Valentine para uma festinha.

Com a recém parceria feita com a Ooh La La Records, que também assina o selo de Ace Reporter e White Arrows, os três caras lançaram há alguns dias um novo single, Talk to You, em destaque no post.

Confere aí!

Kay Goldilocks - Blow da whistle

image

Hoje a batida é pegada. Uma mistura de ritmos caribenhos, pop e hip hop. Vinda do Canadá, com suas lindas sardinhas no nariz, a cantora, compositora e MC Kay Goldilocks atualmente baseada em LA acabou de lançar seu mais recente single Blow da Whistle.

Kay é emotiva, maluquinha e bem espirituosa. Já caiu no gosto do DJ Tiesto, e alguns produtores como Ryan Tedder, do OneRepublicO mais recente álbum, intitulado My Name is Kay, pode ser comprado aqui.

Estaria Kay preparando um novo álbum para ser lançado ainda este ano? Acho que tá mais para 2015, já que o mais recente é do ano passado.

Começo da semana, musicão para animar. ;)

Sway Clarke II - Secret Garden featuring TINK

image

Direto de Toronto, Canadá, aqui vai o novo single Secret Garden do alemão Sway Clarke II.

Há duas versões para esta música, a primeira numa forma minimalista e R&B, e a segunda com performance de pista que é a que eu decidi mostrar. A essência é a mesma, porém aparecem mais elementos eletrônicos e a voz de TINK, de Chicago, EUA no som mixado por ela.

Sway incrementou seu som com pianos deslizantes e sintetizadores criando um som bem peculiar e um gênero bem criativo, como uma colagem de estilos múltiplos. O single que, nas palavras de Swan é  ”the sweetest, cutest, loveliest, most beautiful way to tell your partner…you are cheating on them” (a mais doce, a mais bonita, a mais linda e bela maneira de dizer ao seu parceiro…você está traindo eles, tradução livre), lança em setembro, dia 12.

Hugh - I Can’t Figure You Out

image

Hugh é a linda voz de Izzy Brooks e os instrumentos do poeta nigeriano Joshua Idehen que também é compositor e cantor (o de roupa branco com os riscos de tinta à la Pollock), o moreno Tino Kolarides na guitarra e o loiro Andy Highmore que também é o produtor da banda.

A banda tem uma atenção especial às artes e a sua apresentação visual, mas seu esforço está em deixar a música cada vez mais bonita permitindo inúmeras formas de experimentação sonora.

Isso é possível observar isso em I Can’t Figure You Out, música em destaque no post e lançada a um pouco mais de um mês. Ela é cheia de elementos eletrônicos pensados sutilmente em onde serão inseridos na linha melódica da música. Izzy e Joshua fazem um duo em uníssono que torna a música ainda mais tocante. Há até uma certa delicadeza e cuidado na forma em que ela é construída. Observe.  

Seu EP, intitulado com o mesmo nome da música, é um mix elegante de música eletrônica, soul e R&B recebendo elogios do apresentador da rádio BBC de Londres, Tom Ravenscroft, como um álbum denominado uma matéria-prima.

A história por trás do nome, é sobre quando a 1ª música foi lançada, chamada I Can Be Your Light. Ela fez Josh e Andy (o produto) lembrarem dos filmes de Hugh Grant onde há amor e comédia num tom discreto e complexo. Agora, se caso Hugh Grant não trouxer boas lembranças, eles podem trocar o personagem principal da história para Hugh Jackman, afinal “todo mundo gosta de Jackman”. I do ;)

Gostou da música? Muito boa, né? E consegue chutar de onde eles são? Londres, of course!

Playing Hooky - Beach Day

image

Hoje a vibe é outra, é uma mistura de relax com uma batida frenética. O conjunto todo é empolgante e essa experiência toda vem da California.

O grupo Playing Hooky parece ser novo no cenário musical, mas mostram que inspirados por grandes artistas como Toro Y MoiBreakbotMiami Horror e muitos outros, já tem competência para produzir música de muita qualidade.

O primeiro álbum dos caras, A Day at The Beach, é composta por nove faixas e pode ser ouvida inteirinha aqui.

Load More